quarta-feira, 10 de abril de 2019



Imagine-se em um prédio de quatro andares: no primeiro estão os bisavós; no segundo, os avós; no seguinte os pais; por último, o mais novo membro familiar. Estará ele sujeito a um "salto no escuro"?
Na Terapia Familiar podemos encontrar as luzes que clareiam nossa jornada, nos caminhos e alicerces de nossos antepassados.
Revisitar estes "andares" pode facilitar a compreensão de nossas inquietações e dilemas. E assim, nos ajudar a encontrar um lugar de maior leveza na vida. Não estamos "jogados no escuro".